Segunda, 18 de outubro de 2021
Tradicionalismo Gaúcho deverá ser trabalhado nas escolas municipais de Santo Ângelo

Alunos das escolas municipais de Santo Ângelo deverão contar com um conteúdo diferente no currículo escolar a partir do ano que vem. Isso porque os vereadores aprovaram, na Sessão Ordinária da última quarta-feira, 13, um Projeto de Lei que inclui a cultura tradicionalista nas escolas públicas da rede municipal de ensino de Santo Ângelo.

Protocolado pelos vereadores Vando Ribeiro e Valdemir Roepke, o Nanaco, o projeto tem o objetivo de instituir, no calendário escolar, atividades de incentivo ao culto às tradições gaúchas anualmente, como atividade obrigatória no currículo do ensino fundamental.

A ideia é que a partir do ano letivo de 2022, durante a Semana Farroupilha sejam realizadas palestras, pesquisas, rodas de chimarrão, organização de murais, redações, desenhos, cartazes, decoração, hasteamento e arriamento de bandeiras, organização de rancho crioulo, concurso de poesias, concurso de prendas e peões das escolas, além de outras ações que tratem do folclore, tradicionalismo gaúcho e resgatar a cultura do estado do Rio Grande do Sul.

Para Vando, esta é uma forma de proporcionar aos alunos conhecimento sobre a cultura e folclore do Rio Grande do Sul, além de possibilitar que quem não participa de entidades tradicionalistas possa viver um pouco do que acontece nos Centros de Tradições Gaúchas (CTG). “Temos uma cultura linda, que herdamos de uma miscigenação de etnias e que merece ter continuidade pelas próximas gerações. É uma maneira  de cultuar e valorizar o legado de nossos pais e avós”, destacou o parlamentar.

A matéria foi aprovada por maioria e segue para sanção do prefeito Jacques Barbosa.