Terça, 09 de março de 2021
Regularização de problemas ambientais e a implantação de loteamento habitacional é debatido entre empresários e Poder Público

O vice-presidente da Câmara de Vereadores de Santo Ângelo, Carlos Gonçalves, acompanhou na tarde desta segunda-feira, 08 de março, os empreendedores José Augusto Zanetti, Diórlan Zanetti, Carlos Alberto Zanotto, e Alberto Duailibe, em uma reunião com o prefeito Jacques Barbosa, vice-prefeito Dr. Volnei Teixeira, e o secretário de Planejamento Urbano Vinícius Makvitz. Também esteve presente no encontro, o titular da pasta de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Francisco da Silva Medeiros.

Na oportunidade, o vereador e o grupo de empresários, estiveram debatendo com o Governo Municipal, a solução de problemas ambientais, pendências fiscais e judiciais e a possibilidade de implantação do Jardim Sabo II, um novo loteamento habitacional avaliado inicialmente em R$ 10 milhões. 

Considerando a importância do empreendimento para a Capital das Missões, o vereador Carlos Gonçalves afirmou que defenderá a aprovação do Projeto de Lei Protocolado pelo Executivo, que autoriza o município a receber sete terrenos com aproximadamente 500 metros quadrados cada, como forma de pagamento de uma dívida relativa ao Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), além de tratar da questão de multas ambientais.

O prefeito Jacques Barbosa, que fez a entrega simbólica do documento ao vereador, pontuou que o acordo em questão deve finalizar um ciclo de embates jurídicos e iniciar outro, possibilitando um avanço na construção civil local, além de gerar emprego e renda para o município e ampliar a oferta local de imóveis. 

Makvitz esclareceu que a regularização está sendo acordada entre o Governo Municipal, Ministério Público e empreendedores, e pontuou que o Poder Executivo está fazendo a sua parte para dar sequência no projeto e que o esforço conjunto com a inciativa privada só trará benefícios para a comunidade santo-angelense.

Para o empresário Diórlan Zanetti, o diálogo da iniciativa privada e do Poder Público é importante para avançar na resolução definitiva dos problemas ambientais que ali existem já há alguns anos e posteriormente poder investir em um loteamento que consideramos ser em uma das áreas mais nobres da cidade.