Quarta, 27 de julho de 2022
Projeto de Lei cria Ateliê em homenagem ao artista Valentin Von Adamovich em Santo Ângelo

Aprovado por unanimidade, no parlamento municipal, durante apreciação da pauta da Sessão Ordinária, nesta segunda-feira (25), o Projeto de Lei, de autoria do Executivo Municipal, que institui o Ateliê Livre Valentin Von Adamovich.

 

Além de homenagear o grande artista plástico e escultor que destinou boa parte de sua vida à esculpir importantes obras primas que temos nas missões, Valentin Von Adamovich, o projeto também busca incentivar e desenvolver a cultura local, fomentando as manifestações artísticas do município e região.

 

As atividades do espaço cultural deverão acontecer junto ao Centro Municipal de Cultura, onde será a sede do Ateliê, que ficará sob responsabilidade e coordenação da Secretaria Municipal da Cultura. No local serão realizadas oficinas de desenho, pintura, música, dança, teatro, entre outras formas de expressões da arte.

 

 

A História do artista

Valentin Petrus Emmerich Stephan Von Adamovich, nasceu na Áustria em 1898, filho de nobres europeus, formado em engenharia civil, desenvolvia suas obras em pedra, madeira, gesso e pintura. Possui inúmeras obras de arte na Inglaterra, Alemanha e Vaticano. No Rio Grande do Sul o artista é autor de obras presentes em Roque Gonzales, Rincão Vermelho e Cerro Largo.

 

O artista foi quem esculpiu as sete imagens presentes no pórtico da Catedral Angelopolitana, representando os padroeiros dos Sete Povos das Missões. Na parte interna da igreja, podem ser contempladas outras obras como as colunas, cornijas, cimalhas e capitéis que ornamentam o corpo da catedral, os anjos barrocos e anjos com feições indígenas na fachada do pórtico também passaram pelas mãos de Valentin Von Adamovich.São inúmeras as contribuições do austríaco para a cultura, história e arte missioneira. Uma das suas obras mais marcantes foi uma escultura em pedra grés representando o Índio Missioneiro

 

que registra o defeito físico do qual foi acometido.Durante sua passagem pelas Missões, Adamovich residiu em Cerro Largo, onde constituiu família com sua segunda esposa, a Sra. Clarina Lunkes Von Adamovich e teve seus cinco filhos.O artista faleceu em Santo Ângelo em abril de 1961, sendo sepultado junto ao Cemitério Sagrada Família.

 

 

OUTRAS NOTÍCIAS
10 de agosto de 2022
Agosto Lilás fortalece a luta contra a violência da mulher em Santo Ângelo
09 de agosto de 2022
Associação dos Supervisores de Educação do RS recebe homenagem da Câmara de Vereadores
08 de agosto de 2022
Músico Arnóbio Bilia recebe a Ordem da Cruz Missioneira
04 de agosto de 2022
Reunião define ações de melhorias para os pontos de táxi de Santo Ângelo
03 de agosto de 2022
Legislativo homenageia Colégio Teresa Verzeri pela passagem de seus 90 anos