Terça, 26 de julho de 2022
Programa Alimenta Brasil garante mais de meio milhão de reais para compras da agricultura familiar

A notícia foi recebida com alegria entre pequenos agricultores familiares e agroindústrias de Santo Ângelo, na tarde desta terça-feira (26), durante o 3º Encontro de Associações e Agroindústrias, isso por que o Executivo Municipal assinou o termo de adesão ao Programa Alimenta Brasil - PAB, que deverá injetar R$530.000,00 mil reais no setor da agricultura familiar.

 

A parceria entre o município de Santo Ângelo e o Governo Federal, deverá beneficiar inúmeros produtores rurais e agroindústrias. Os alimentos adquiridos através do programa serão destinados à rede de assistência social do município e garantirão renda mínima para o produtor.

 

A ação ocorreu durante abertura oficial da Semana Municipal da Agricultura Familiar no auditório do Centro Municipal de Cultura, promovida pelo Governo Municipal, através da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Câmara Municipal de Vereadores, Associação de Produtores Coloniais e Hortigranjeiros de Santo Ângelo - Aprocohsa, Emater, Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Conselho Municipal de Desenvolvimento Agropecuário de Santo Ângelo.

 

A programação teve início na última segunda-feira, com participação dos organizadores no Espaço das Entidades e deverá encerrar na manhã da próxima sexta-feira (29), no Centro Municipal de Cultura com a reunião técnica sobre a cultura do milho. O evento que busca fomentar a agricultura familiar bem como estimular o desenvolvimento de novas políticas públicas aos trabalhadores do setor, foi instituído através de um Projeto de Lei de autoria do atual vereador Maurício Loureiro (PDT) juntamente do ex-vereador Vinícius Makvitz.

 

O Programa Alimenta Brasil - PAB, o qual intermediará o investimento, foi criado no ano de 2021, através de uma Medida Provisória, e convertida em Lei no final do mesmo ano, substituindo o antigo Programa de Aquisição de Alimentos - PAA. O programa de aquisição de alimentos busca promover o acesso de famílias em situação de insegurança alimentar, além de incentivar a produção e comercialização dos produtos e alimentos artesanais da agricultura familiar.O presidente do Legislativo, Osvaldir Ribeiro de Souza (MDB) destacou que o tema é recorrente na Câmara de Vereadores, que há uma grande preocupação em fomentar a agricultura familiar local tendo em vista a necessidade do setor e o alto número de famílias que dependem da comercialização de seus produtos. Vando reiterou que o Poder Legislativo sempre estará à disposição para debates de projetos voltados ao desenvolvimento do setor primário, essencial para o crescimento e desenvolvimento da cidade.Além do presidente, os vereadores Maurício Loureiro (PDT), Nivaldo Langer (PP) e Simone Lunkes (PDT), também estiveram representando a Câmara de vereadores, Jacques Barbosa, Prefeito Municipal, Luís Alberto Voese, Secretário municipal de Gestão de Finanças; Márcia Dezen, chefe do escritório local da Emater; Osvaldino Lucca,  vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Santo Ângelo; Diomar Formenton, coordenador de Projetos e Programas da Secretaria de Desenvolvimento Rural; e presidentes das associações e de produtores também estiveram presentes.

 

 

OUTRAS NOTÍCIAS
10 de agosto de 2022
Agosto Lilás fortalece a luta contra a violência da mulher em Santo Ângelo
09 de agosto de 2022
Associação dos Supervisores de Educação do RS recebe homenagem da Câmara de Vereadores
08 de agosto de 2022
Músico Arnóbio Bilia recebe a Ordem da Cruz Missioneira
04 de agosto de 2022
Reunião define ações de melhorias para os pontos de táxi de Santo Ângelo
03 de agosto de 2022
Legislativo homenageia Colégio Teresa Verzeri pela passagem de seus 90 anos