Quinta, 13 de junho de 2013
Lar da Menina pede apoio do Legislativo Municipal

Nesta semana, dia 10, durante o espaço destinado às entidades, a Câmara de Vereadores de Santo Ângelo ouviu a manifestação de Geslaine Guarani, presidente do Centro de Formação São José – Lar da Menina.

Na ocasião, Geslaine falou aos edis sobre a atual situação estrutural e financeira da entidade, a fim de e buscar apoio do Legislativo Municipal no que tange a negociação dos valores de repasse realizados pelo Executivo Municipal. 

Conforme ressaltou a presidente do Centro, o Lar da Menina acolhe, há 66 anos, meninas em vulnerabilidade social de diversos bairros do município, prestando atendimento sócio educativo. Atualmente, o Centro atende 125 garotas de 4 a 14 anos.

De acordo com Geslaine, a entidade passa por problemas para manter suas atividades, tendo em vista que conta com uma renda fixa de apenas R$ 5 mil/mês e uma despesa de aproximadamente R$ 18 mil/mês. “Pedimos à prefeitura municipal para que mantenha os valores firmados pelo convênio à entidade que é de R$ 30 mil por ano”, solicitou Geslaine.

Para sanar as dívidas, segundo Geslaine o centro tem contado com o apoio da comunidade, a qual além de fazer doações, colabora com a realização de diferentes ações, como a promoção de jantares e chás, realização de brechó, venda de material reciclado, dentre outras.

Atualmente, a entidade possui doze funcionários, que se dividem entre assistente social, psicóloga, pedagogas, instrutoras, cozinheira e auxiliares de serviços gerais. Além disso, o Centro recebe estagiários de diferentes cursos, os quais promovem atividades com as meninas residentes do Lar. Segundo a presidente do Centro, é oferecido, também, reforço escolar, atendimento psicológico, oficinas e palestras de diferentes temas.

Diante da solicitação, a Câmara de Vereadores se comprometeu em fazer os devidos encaminhamentos a fim de garantir o repasse do auxílio financeiro e, assim, a qualidade e continuidade dos relevantes serviços prestados por esta entidade.