Brasão

Câmara de Vereadores
de Santo Ângelo

Câmara de Vereadores de Santo Ângelo.
Quarta, 31 de maio de 2017

Vereadores trabalham pela implantação do Programa “Troco Solidário” em Santo Ângelo

Atendendo solicitação do vereador Vinícius Makvitz, a Casa Legislativa de Santo Ângelo reuniu entidades, associações e representantes do comércio local para tratar sobre a implantação do projeto “Troco Solidário”.

A iniciativa, que também conta com o apoio do Presidente da Câmara, Adolar Queiroz, e do Líder do Governo, vereador Maurício Loureiro, visa beneficiar diferentes instituições do município, como os Lares de Idosos, Lar do Menino, Centro de Equoterapia, Hospital Santo Ângelo, dentre outros.

Conforme explicaram os vereadores, a proposta deve ser viabilizada através de uma parceria entre o Poder Público e o comércio local. Uma vez aprovado, o projeto prevê a criação de uma comissão fiscalizadora.

CONTROLE E FISCALIZAÇÃO

Uma das questões amplamente discutida durante a reunião, realizada no final da tarde desta terça-feira, dia 30, diz respeito à fiscalização e controle das doações. A proposta é que a cada mês o estabelecimento cadastrado no programa emita um relatório no qual esteja discriminado o valor, dia, data e hora da doação. A ideia é que esse extrato seja emitido pelo software de controle das empresas.

“Ao emitir a nota fiscal, o empresário vai discriminar o troco disponibilizado pelo cliente. No final do mês a empresa emite um extrato referente às doações. Essa é uma das alternativas que encontramos para tornar tudo muito transparente”, explica o vereador Makvitz.

COMISSÃO DE TRABALHO

Uma comissão para o gerenciamento das ações previstas no projeto será formada a fim viabilizar a iniciativa. O grupo de trabalho será constituído por representantes do Legislativo Municipal e de entidades do município. Ações pela adesão ao projeto também estão previstas na matéria, que ainda deve ser apreciada pelo plenário na Câmara de Vereadores. Antes disso, os edis pretendem realizar novas reuniões e, ainda, uma audiência pública a fim de discutir a proposta com toda a comunidade.

De acordo com o vereador a ideia é seguir o exemplo de cidades da região, como Cruz Alta, que, segundo Makvitz, arrecada cerca de R$ 13 mil por mês através desta iniciativa. “Em média, Santo Ângelo conta com 22 mil famílias. Se cada família doar um real ao mês, em 12 meses o programa terá arrecadado R$ 264 mil, que será repassado para o nosso Hospital, asilos e demais entidades que realizam trabalhos sociais. Ou seja, o objetivo é incentivar a solidariedade da população e beneficiar entidades do nosso município”, finalizou Makvitz. 

17 de outubro de 2017
Encontro foi solicitado pelos vereadores Vinícius Makvitz e Rodrigo Trevisan.
17 de outubro de 2017
Muito atuante, Moema participou da formação do Grupo da Pastoral da Criança do COHB e Bairro Neri Cavalheiro. Também fundou o Clube de Mães em sua comunidade, o qual, agora, levará seu nome.
13 de outubro de 2017
Comitiva também tratou sobre abertura da UPA, ampliação do aeroporto, doações de áreas federais e execução de programas sociais
13 de outubro de 2017
A proposta foi votada nesta semana pela Câmara e permite que qualquer entidade civil promova melhorias nos espaços culturais distribuídos pela cidade.