Brasão

Câmara de Vereadores
de Santo Ângelo

Câmara de Vereadores de Santo Ângelo.
Quinta-feira, 24 de março de 2016

Vereadores preocupados com reajustes dos servidores municipais

A Comissão de Constituição de Justiça e membros da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores, se reuniram na manhã desta quinta-feira, 24, para discutir a revisão salarial  dos servidores municipais.

O Projeto de Lei tão esperado pelos servidores foi protocolado na Casa Legislativa. A preocupação dos edis e com relação ao prazo da publicação da Lei que se esgota no próximo dia 4 de abril, a sugestão do reajuste é de 11,07%, podendo ser dividido em duas parcelas, uma de 7% já em abril e outra de 4,07% a partir do mês de dezembro deste ano, e também um aumento de 50% no bônus alimentação, de forma a recompor a remuneração dos Servidores do Poder Executivo Municipal.

Os Parlamentares chamam atenção dos fatos da omissão do Poder Executivo em tratar do assunto referente ao reajuste dos servidores, previstos nos termos do artigo 37, inciso X, na Revisão Anual Obrigatória da Constituição Federal.

SERVIDORES DO LEGISLATIVO

Está tramitando na Câmara de Vereadores, Projeto de Lei que remunera também servidores do Legislativo, o índice é de 10,35% utilizando o IPCA, concedida de forma parcelada em três vezes, sendo 3,45% a partir de 1º de abril, 3,45% a partir de 1° de maio e 3,45% a partir de 1º de junho.

Participaram da reunião ainda o chefe do Legislativo Gilberto Corazza, vereadores Diomar Formenton (PT), Vando Ribeiro (PMDB), Nader Awad (PDT), Everaldo de Oliveira (PDT), Jacqueline Possebom (PDT) e Lauri Juliani(PDT).

23 de maio de 2017
Ações preveem maior inclusão e assistência aos portadores de Transtorno do Espectro do Autismo (TEA). Projeto é de autoria do Líder do Governo, vereador Mauricio Loureiro
23 de maio de 2017
Ato fez alusão à passagem dos 25 anos de atividades da Universidade. Sessão foi realizada no plenário do Legislativo Municipal à pedido da vereadora Zilá Andres.
19 de maio de 2017
Vereador Rodrigo Trevisan foi quem solicitou a audiência. Objetivo é tratar sobre os efeitos da ordem de serviço assinada pelo governador José Sartori determinando, como forma de economia, a redução no número dos cavalos utilizados pela Brigada Militar.
19 de maio de 2017
De acordo com o texto, as contratações serão efetivadas com base na ordem classificatória decrescente do processo seletivo já realizado pelo Município.