Brasão

Câmara de Vereadores
de Santo Ângelo

Câmara de Vereadores de Santo Ângelo.
Quarta, 05 de julho de 2017

Vereador Rodrigo Trevisan quer ampliar o ensino da Lei Maria da Penha nas escolas de Santo Ângelo

Os vereadores de Santo Ângelo aprovaram, por unanimidade, requerimento que dispõe sobre o ensino da Lei Maria da Penha nas escolas da rede municipal.  A iniciativa foi apresentada pelo vereador Rodrigo Trevisan na sessão ordinária desta segunda-feira, dia 03. A matéria será encaminhada ao Conselho e à Secretaria Municipal de Educação.

No requerimento, Trevisan solicita que seja reforçada a abordagem do tema no plano de trabalho das escolas da rede pública municipal. Segundo o edil, a intenção é conscientizar crianças e adolescentes sobre os tipos de violência contra a mulher, as consequências e o amparo previsto na Legislação.

 “As escolas têm papel fundamental na construção de uma sociedade melhor. Levar o conteúdo da Lei Maria da Penha para a sala de aula possibilita às crianças, adolescentes e jovens, a reflexão sobre igualdade de gêneros, sobre a cultura da paz, do entendimento e da não-violência, sobre os direitos de cada um e as formas de sanção a quem pratica violência contra a mulher”, acrescentou o edil.

No sentido de fomentar a discussão, prevenção e conscientização sobre o tema, o vereador propõe, também, a inclusão definitiva do conteúdo em um componente curricular específico. Segundo Trevisan, inicialmente a proposta será debatida com o Conselho e Secretaria de Educação para que, posteriormente, um projeto de lei seja encaminhado ao Poder Executivo de Santo Ângelo.
 

Lei Maria da Penha

Aprovada por unanimidade pelo Congresso Nacional e assinada em 7 de agosto de 2006, a lei 11.340/2006, popularmente conhecida como Lei Maria da Penha, tornou-se o principal instrumento legal para coibir e punir a violência doméstica contra as mulheres.

Ela cria mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher, nos termos do § 8°do art. 226 da Constituição Federal, dispõe sobre a criação dos Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a mulher, alterando o Código Penal e Código de Processo Penal, a Lei de Execução Penal e estabelece medidas de assistência e proteção às mulheres em situação de violência doméstica.

20 de agosto de 2018
Presidente do Legislativo Everaldo de Oliveira recebeu documento que fala sobre Medida Provisória 844
20 de agosto de 2018
Presidente do Legislativo participou de entrevista na Rádio Santo Ângelo para falar sobre o projeto
20 de agosto de 2018
Projetos apresentados pelo vereador Adolar Queiroz foram aprovados por unanimidade
16 de agosto de 2018
Projeto sugerido pelo vereador Adolar Queiroz, foi encaminhado ao Executivo santo-angelense, que deve analisar a viabilidade de execução
15 de agosto de 2018
Atendendo solicitação do vereador Lucas Lima, a reunião abordou situação financeira do Fundo