Quarta, 02 de dezembro de 2015
Terapias complementares e tema de audiência

Câmara de Vereadores de Santo Ângelo promoveu na manhã desta quarta-feira, dia 02, audiência pública cujo o objetivo foi debater a inclusão de terapias complementares nas práticas do SUS no Município.

A iniciativa foi subscrita pelos vereadores Lauri Juliani, Gilberto Corazza, Diomar Formenton, Osvaldir Ribeiro de Souza, Everaldo de Oliveira, Nader Awad e Jacques Barbosa. Conforme destacaram os parlamentares, a intenção é estabelecer um sistema que possibilite a implantação das práticas, visando a promoção da saúde e a prevenção de doenças através de modalidades terapêuticas.

A reunião contou com a presença do secretário municipal de saúde, André Kissel, que se mostrou favorável à iniciativa.

Na ocasião, o encontro foi presidido pelo secretário da mesa diretora Lauri Juliani lembrou que o uso de Terapias Complementares nos sistemas de saúde é estimulado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pelo Ministério da Saúde, que através da Portaria publicada em maio de 2006, aprovou a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) no SUS, apontando como principais práticas a Acupuntura, a Homeopatia, a Fitoterapia, o Termalismo e a Medicina Antroposófica, entre outras terapias de harmonização corpo e mente.

“Nosso objetivo é resgatar práticas antigas sem negar os avanços da medicina convencional. Ou seja, um tratamento não será trocado pelo outro, mas, complementado, o que trará diversos benefícios para o paciente”, explicou Lauri.

OUTRAS NOTÍCIAS
25 de maio de 2022
Legislativo aprova abertura de Crédito Especial de mais de 3,6 milhões de reais para a área da Saúde
24 de maio de 2022
Presidente do Legislativo participa de importantes reuniões na Casa Civil em Porto Alegre
24 de maio de 2022
Colégio Onofre Pires completa 98 anos de trabalho para a comunidade de Santo Ângelo
23 de maio de 2022
Em visita ao Legislativo, a Comissão das Margaridas convida para a tradicional Festa Junina
20 de maio de 2022
Prefeito Municipal sanciona Projeto de Lei que flexibiliza pagamento de dívidas tributárias