Brasão

Câmara de Vereadores
de Santo Ângelo

Câmara de Vereadores de Santo Ângelo.

Quarta, 01 de agosto de 2018

Suicídio e bullying terão destaque no projeto “QUEBRANDO O SILÊNCIO” deste ano

Nesta semana, o projeto "Quebrando o Silêncio" voltou a ser tema de reunião na Câmara de Vereadores de Santo Ângelo.  O objetivo do encontro, que envolveu representantes da Igreja e Escola Adventista e do Poder Legislativo Municipal , foi alinhar a programação que está sendo preparada para este ano. 

Conforme destacou a Gestora da Escola Adventista de Santo Ângelo, Tatiane dos Santos, nesta edição os temas centrais do projeto são suicídio e bullying. Além destes, autoridades e especialistas deverão orientar alunos e seus pais sobre os perigos da internet, violência doméstica e uso de drogas.
Em Santo Ângelo, o Projeto “Quebrando o Silêncio” teve início no ano passado através de uma parceria entre Colégio Adventista, Câmara de Vereadores e Prefeitura Municipal. Em 2017, o objeto de discussão foi o abuso e a violência sexual.

Para este ano estão sendo preparadas ações que vão envolver crianças e adolescentes de escolas estaduais e municipais. A programação já tem data definida, será nos dias 21, 22 e 25 de agosto. Segundo Tatiane, os alunos da Escola Adventista já ensaiam peças teatrais que serão apresentadas no dia 22 de agosto, no Teatro Antônio Sepp, para alunos de toda a rede pública de ensino. 

Durante a reunião, o Presidente da Câmara, Everaldo de Oliveira, fez questão de reiterar o apoio do parlamento e da administração municipal ao Projeto. “Temos a obrigação de apoiar ações que ajudam diretamente toda a sociedade. Oferecer orientação e, ainda, trabalhar pela prevenção de problemática sociais é de extrema importância para a construção de uma sociedade melhor”, finalizou Everaldo de Oliveira.

15 de fevereiro de 2019
Projetos de Lei que possibilitam a execução da campanha foram aprovados pelo Poder Legislativo em outubro de 2018
08 de fevereiro de 2019
Evento ocorreu em São Miguel das Missões e contou com a presença do Ministro da Cidadania Osmar Terra