Brasão

Câmara de Vereadores
de Santo Ângelo

Câmara de Vereadores de Santo Ângelo.

Quinta, 25 de julho de 2019

Reunião no Poder Executivo debate situação do HSA

O déficit financeiro e a possibilidade de redução dos serviços de saúde do Hospital Santo Ângelo (HSA) foi o assunto de uma reunião realizada na tarde desta quarta-feira, 24, na prefeitura de Santo Ângelo.

Conduzida pelo prefeito em exercício, Maurício Loureiro (PDT), a reunião iniciou com o provedor do HSA, Odorico Bessa, falando sobre o trabalho realizado no hospital, sobre a estrutura da casa de saúde e alguns números de atendimento. “Todos deviam ter orgulho do hospital regional que temos, que atende muito bem os 24 municípios”, disse afirmando ainda que o hospital movimenta cerca de R$ 5,3 bilhões por mês em Santo Ângelo.

Bessa e o  consultor Edemar de Paula responderam aos vereadores questionamentos e pontuações de ajustes que os edis consideram necessários para melhorias no hospital. Edemar de Paula explicou que há muito tempo a administração do HSA vem alertando os municípios acerca da situação financeira difícil, mas que agora é necessário tomar medidas. Conforme o consultor, foram estudadas diversas alternativas para poder quitar as dívidas e que uma possibilidade é trabalhar com emendas parlamentares.

A presidente interina da Câmara de Vereadores, enfermeira Jacqueline Possebom, afirma que é importante buscar caminhos, de modo que se consiga pagar as contas, sem interferir no atendimento prestado à comunidade local e regional. “Nosso hospital é referência para a região, atende mais de 20 municípios, e possui estrutura em diferentes especialidades, não podemos deixar que decaia a qualidade dos serviços oferecidos por falta de dinheiro”, afirmou.

Loureiro ressaltou que a situação do hospital preocupa bastante o Poder Público e que a reunião serviu para pensarem em possibilidades de mobilização com os municípios da região, já que Santo Ângelo está em dia com seus pagamentos. “O Governo Municipal está fazendo sua parte, passando para o HSA o montante mensal combinado, além dos valores do SAMU, que é responsabilidade do Estado. Agora vamos articular reuniões com prefeitos e vereadores das cidades atendidas pela casa de saúde, para sensibilizar os prefeitos e vereadores, quanto a importância de manter os pagamentos em dia e possibilitar que os serviços não deixem de ser ofertados no HSA“, disse o prefeito em exercício.

 

Medidas e encaminhamentos

Depois de esclarecidos questionamentos e feitos apontamentos, os vereadores e o prefeito em exercício se comprometeram, em nome dos Poderes Executivo e Legislativo, em buscar emendas de custeio e cobrar o Ministro da Saúde em Brasília, e dialogar com os municípios da região, por intermédio da Associação dos Municípios das Missões (AMM).

Na tarde de hoje, alguns vereadores de Santo Ângelo e o prefeito em exercício, se reuniram com a presidência da Associação dos Municípios das Missões (AMM), em Cerro Largo, para tratar do assunto.

 

Presenças

Acompanharam a reunião, os vereadores Vinicius Makvitz (MDB), Pedrão (PSD), Valdonei Da Luz (PDT), Rodrigo Trevisan (Progressistas), Felippe Terra Grass (PDT), Márcio Antunes (Progressistas), Paulão (Prograssistas), Zilá Andres (Progressistas), Lucas Lima (MDB); o secretario de Saúde Luis Carlos Cavalheiro, os assessores do deputado federal Sanderson, Nivio Braz e Roger Jeske. 

 

25 de setembro de 2020
Dados coletados nesta manhã, 25/09/2020 às 09:00
24 de setembro de 2020
Dados coletados nesta manhã, 24/09/2020 às 09:00
23 de setembro de 2020
Dados coletados nesta manhã, 23/09/2020 às 09:00
22 de setembro de 2020
Seguindo todas as medidas de proteção e distanciamento controlado, conforme o decreto da bandeira laranja, cenário onde o município se encontrava. Na Sessão Ordinária, foram debatidas as seguintes pautas:
22 de setembro de 2020
Dados coletados nesta manhã, 22/09/2020 às 09:00