Brasão

Câmara de Vereadores
de Santo Ângelo

Câmara de Vereadores de Santo Ângelo.
Quarta, 01 de julho de 2015

Legislativo aprova Moção de Apoio às reivindicações dos servidores do Judiciário estadual

Os vereadores de Santo Ângelo aprovaram, nesta semana, dia 29, Moção de Apoio às reivindicações apresentadas pelos servidores da Justiça do Rio Grande do Sul (Sindijus). 

Conforme justificou o autor da Moção, vereador Lauri Juliani (PDT), a categoria requer questões legítimas, como, por exemplo, a reposição salarial retroativa ao mês de janeiro. Outra questão ressaltada pelo edil diz respeito à sobrecarga de trabalho dos servidores, que atualmente enfrentam um quadro de aumento de processos. O não preenchimento de cargos vagos também é um grande problema. Segundo o Sindijus, perto de dois mil postos estão vagos no Estado.

“O Judiciário aponta para 0% de reposição salarial, enquanto a inflação galopa a cada dia. O achatamento salarial é gritante, enquanto isso, entre outras benesses, os magistrados, minoria dos integrantes do Judiciário, recebem auxílio moradia mensal de R$ 4.377,73. A administração do Judiciário Estadual tem que ser sensível ao apelo dos seus servidores, que laboram diuturnamente em condições até desumanas, com salários muito aquém de outras justiças do País”, afirmou Juliani.

Espaço destinado às Entidades

Durante a sessão ordinária, a Câmara de Vereadores também abriu espaço para o pronunciamento do Delegado Sindical e representante dos servidores da Justiça Estadual, Daniel Freiberger.

Conforme destacou Freiberger, além da reposição salarial, a categoria reivindica plano de carreira, redução da jornada de trabalho e auxílio-alimentação no mesmo valor pago aos juízes, de R$ 799,00. Na ocasião, o representante dos servidores da Justiça Estadual também apresentou questionamentos quanto ao reajuste sancionado pelo governo do estado a deputados, juízes, promotores, secretários, conselheiros do TCE e defensores públicos, de 14,68% a 64%.

Após discussão em plenário, todos os edis mostraram-se favoráveis à iniciativa do vereador Lauri Juliani, e aprovaram a moção por unanimidade. O documento foi enviado para o Governador do Estado, José Ivo Sartori, assim como para os líderes de bancada na Assembleia Legislativa. 

17 de outubro de 2017
Encontro foi solicitado pelos vereadores Vinícius Makvitz e Rodrigo Trevisan.
17 de outubro de 2017
Muito atuante, Moema participou da formação do Grupo da Pastoral da Criança do COHB e Bairro Neri Cavalheiro. Também fundou o Clube de Mães em sua comunidade, o qual, agora, levará seu nome.
13 de outubro de 2017
Comitiva também tratou sobre abertura da UPA, ampliação do aeroporto, doações de áreas federais e execução de programas sociais
13 de outubro de 2017
A proposta foi votada nesta semana pela Câmara e permite que qualquer entidade civil promova melhorias nos espaços culturais distribuídos pela cidade.