Brasão

Câmara de Vereadores
de Santo Ângelo

Câmara de Vereadores de Santo Ângelo.

Terça, 08 de outubro de 2019

Instituído turno único no Legislativo

O presidente da Câmara de Vereadores de Santo Ângelo, Maurício Loureiro, assinou uma ordem de serviço que institui turno único no Legislativo, a partir dessa terça-feira, 08 de outubro, até o dia 29 de fevereiro de 2020.

Loureiro esclarece que a medida tem como objetivo a redução de gastos, de modo que os serviços prestados à comunidade santo-angelense não sejam prejudicados.

De acordo com a ordem de serviço, o turno único será cumprido em seis horas ininterruptas, das 8h às 14h, de terça-feira, à sexta-feira. Nas segundas-feiras, em virtude das sessões, o horário permanecerá normal até o início do recesso legislativo regimental, ocorrendo das 8h30min às 11h30min e das 13h30min até o fim dos trabalhos no Plenário Juarez Lemos. Depois disso, passa a ser feito turno único nesse dia da semana também.

Na sessão dessa segunda-feira, 07, o Legislativo aprovou o turno único para o Poder Executivo. No Paço Municipal, o horário de atendimento será das 7h30min até às 13h30min, de segunda à sexta-feira, e ocorrerá entre 14 de outubro e 17 de fevereiro de 2019.

Foto: Marcos Luft

20 de janeiro de 2020
A ponte apresenta um desnível em sua estrutura e a renovação da solicitação para inspeção esta sendo encaminhada com urgência ao DAER de Santa Rosa.
16 de janeiro de 2020
Presidente da Câmara de Vereadores Pedro Perkoski Waszkiewicz, a vice-presidente Zila Andres e o secretário Paulo Sergio, receberam o novo Gerente-Geral do Banrisul, Vanderlei Michelon.
10 de janeiro de 2020
Alcinda de Souza, Diana Konzen, Jonatã Ferreira, Viviani Bueno de Almeida e Fábio Àvila da Silva foram os empossados para o cargo de conselheiros tutelares de Santo Ângelo
10 de janeiro de 2020
Além de inovar tem como propósito trazer mais economia no consumo de energia da cidade.
07 de janeiro de 2020
A ação Projeto Monpar, envolveu a união do Legislativo, Secretarias Municipais, Assistência Social, Meio Ambiente, Habitação e RGE em parceira com a Veiga Eletrificação que solucionaram o problema do bairro praticamente isentos de gastos do poder público