Brasão

Câmara de Vereadores
de Santo Ângelo

Câmara de Vereadores de Santo Ângelo.

Terça, 30 de outubro de 2018

Emaús da Diocese de Santo Ângelo é homenageado pelos 50 anos de fundação no Brasil

O Emaús, movimento religioso da Igreja Católica, foi homenageado pelos 50 anos de fundação no Brasil, em Sessão Solene realizada na Câmara de Vereadores na noite dessa segunda-feira, 29.

Participaram da solenidade o secretário de Assistência Social, Trabalho e Cidadania, Lauri Juliani, representando o Executivo de Santo Ângelo, o Bispo Diocesano de Santo Ângelo Dom Liro Vendelino Meurer, o orientador espiritual do Emaús santo-angelense Padre Adriano Maslowski, e o casal presidente do movimento em Santo Ângelo Felipe e Carine Leite.

Rodrigo Trevisan (PP), que propôs a homenagem junto ao então vereador Lauri Juliani, discursou em nome do Poder Legislativo Municipal, e falou sobre o trabalho do Emaús, enfatizando que a missão do movimento “é dar aos jovens uma sólida formação cristã, para que possam atuar na sua comunidade como líderes católicos, à serviço da boa nova do Cristo como agente ativo, oxigenando a nossa igreja, solidificando a importância da família, e seu valor como célula construtora da sociedade, sempre em defesa da vida em todos os estágios do seu desenvolvimento, segundo a nossa fé e a inspiração do Espírito Santo”.

Representando o movimento religioso, Felipe Leite agradeceu a homenagem e explicou que o movimento surgiu com a necessidade de aproximar os jovens da Igreja Católica. “O objetivo do nosso Emaús, é revelar aos jovens, por meio de uma metodologia própria, a luz da palavra do testemunho evangélico, o verdadeiro sentido do batismo, a fim de que conscientes dessa realidade, se façam sinais de cristo, num mundo de amor e paz”, disse.

Dom Liro Vendelino Meurer, Bispo Diocesano de Santo Ângelo também se pronunciou na solenidade, agradecendo pelo momento e pela homenagem ao Emaús, evidenciou o trabalho realizado na igreja com os jovens, e que faz a diferença na sociedade.

Emaús

O movimento religioso completou 50 anos de fundação no Brasil em 02 de junho, tendo sido fundado em 1969, e está presente em Santo Ângelo há 39 anos. Felipe afirmou que nesse período na diocese da Capital das Missões, mais de sete mil jovens passaram pelo movimento, já fizeram o curso ou foram evangelizados, conhecendo a Igreja Católica de uma forma diferente.

Anualmente são realizados quatro cursos, sendo dois femininos e 2 masculinos, atingindo cerca de 200 jovens de 18 a 30 anos. “Nossos jovens através dos cursos de valores humanos e cristãos, são compelidos no retorno às suas comunidades a fazer a diferença não apenas na igreja, mas na sociedade, através de uma atuação pautada em valores morais, éticos e cristãos”, ressaltou Trevisan

O vereador esclareceu que no Brasil o Emaús está organizado com um secretariado nacional, subdividido em cinco subsecretariados regionais, em seis estados. No Rio Grande do Sul há secretariados diocesanos, também divididos em subsecretariados nos municípios de abrangência.

No Estado, o movimento está presente em 10 dioceses, entre elas a Diocese Angelopolitana, onde é representado em 14 cidades: Catuípe, Entre-Ijuís, Caibaté, São Miguel das Missões, Guarani das Missões, Giruá, Santa Rosa, Tuparendi, Três de Maio, Horizontina, Boa Vista do Buricá e em Santo Ângelo.

A Capital das Missões possui três grupos do Emaús, sendo na Paróquia Santo Antônio, do Bairro Pippi, na Paróquia Sagrada Família, e na Paróquia Anjo da Guarda, da Catedral.

13 de novembro de 2018
Estiveram no gabinete do presidente da Câmara de Vereadores, o coordenador do Conselho da Pastoral Dari Barichelo Zanuso e o coordenador do Conselho Administrativo da Igreja, Neri Luís Rieve.
12 de novembro de 2018
Evento foi realizado na noite da última sexta-feira, 09, no Clube Comercial