Brasão

Câmara de Vereadores
de Santo Ângelo

Câmara de Vereadores de Santo Ângelo.

Sexta, 08 de janeiro de 2021

Comissão Especial Pró-Vacina contra a COVID - 19 é criada em Santo Ângelo

Foi aprovado por unanimidade na primeira Sessão Ordinária de 2020, no dia 04 de janeiro, um requerimento que propõe a criação de uma Comissão Especial Pró-Vacina contra a COVID - 19 em Santo Ângelo.

Proposta pelo vereador Gilberto Corazza (PT), a matéria indica a realização de mediações entre as autoridades municipais e Associação dos Municípios das Missões (AMM), com o objetivo de agilizar o processo de imunização o mais breve possível na Capital das Missões, mobilizando autoridades ligadas à saúde.

Conforme Corazza, a criação da comissão é fundamental para salvar vidas.“É preciso reforçar que a vacina é o único mecanismo seguro, para retornarmos à normalidade em vida em sociedade”, enfatizou .

O vereador comenta que a comissão especial, que já está composta, na próxima semana chamará autoridades ligadas à saúde e educação para gestionar junto ao prefeito e à AMM, para articular a chegada da vacina contra a Covid-19. “Precisamos mobilizar a sociedade, superar uma espécie de naturalização de tantas vidas humanas que já ultrapassa os 200 mil, infelizmente. Não podemos continuar perdendo vidas, porque todas as vidas importam. Nós vamos fazer nossa parte”, afirmou.

 

A Comissão

O presidente do Legislativo, Nader Awad, assinou a nomeação dos membros da comissão nessa quinta-feira, 07, na presença do diretor admistrativo da Casa, Thiago Zimmermann, do vereador proponente da matéria, do seu assessor parlamentar Antonio Braga, de Adelmo Fonseca, presidente do PT Santo Angelo e da professora Rossana Vargas, vereadora suplente do partido. 

A comissão está composta por três membros titulares, sendo Corazza, Felippe Terra Grass (PDT) e André Pedroso (PRTB); e três suplentes, que são Vando Ribeiro (MDB), Nivaldo Langer (Nêne) (PP), e João Cardoso (PSL). Os nomes foram indicados pelas bancadas, seguindo a proporcionalidade parditária.

Inicialmente, os trabalhos da Comissão devem durar 90 dias, podendo ser renovado, em caso de necessidade.