Brasão

Câmara de Vereadores
de Santo Ângelo

Câmara de Vereadores de Santo Ângelo.
Sexta, 03 de fevereiro de 2017

Bairro Pippi voltará a ter Farmácia e Unidade de Pronto Atendimento deve ser aberta em até 90 dias

O bairro Pippi voltará a contar com ponto de distribuição de medicamentos fornecidos pela Secretaria Municipal de Saúde. A informação foi confirmada na manhã da última quinta-feira, dia 02, pelo Secretário Municipal de Saúde, Luís Carlos Cavalheiro, durante reunião com o Presidente da Câmara de Vereadores, Adolar Queiroz.

Conforme destacou Queiroz, essa é uma solicitação de grande parte da população que reside ou trabalha na zona leste da cidade e que, após o ver a farmácia junto ao Centro Social Urbano ser fechada, passou a enfrentar dificuldades para adquirir os medicamentos prescritos.

“Sabemos dos transtornos sofridos pela comunidade, que ficou desassistida. A retomada da farmácia no bairro Pippi garante segurança e praticidade aos pacientes do bairro e adjacências”, defendeu o Presidente do Legislativo.

Atualmente, Santo Ângelo conta com dois pontos municipais de distribuição de medicamento: A farmácia do Posto da 22 de Março e a farmácia localizada na sede da Secretaria Municipal de Saúde.  A ideia é estabelecer a distribuição em um terceiro ponto, que seria junto ao Centro Social Urbano ou, mesmo, junto às instalações da UPA, também localizada no bairro Pippi.

UPA 24 horas

Outro assunto que não poderia deixar de pautar o encontro diz respeito à abertura da UPA – Unidade de Pronto Atendimento. Ao apresentar sugestões, o Presidente da Câmara enfatizou o compromisso assumido e a necessidade de tratar a questão com prioridade.

“Trata-se de um grande investimento, que poderia estar desafogando o Hospital Santo Ângelo e oferecendo um melhor atendimento à nossa população. Sabemos das dificuldades, mas abrir a UPA é prioridade”, destacou Queiroz.

Em conformidade com o Chefe do Legislativo o secretário reiterou que a questão tem sido tratada com extrema relevância e que a expectativa é de que em 90 dias a Unidade esteja em pleno funcionamento. “Estamos trabalhando no fortalecimento e na reorganização da rede pública básica de saúde, o que é fundamental para viabilizarmos a abertura da Unidade no município. Nossa ideia é fazer com que a UPA realize um trabalho integrado ao Hospital Santo Ângelo”, enfatizou o secretário.

A Unidade foi inaugurada em 2012, no governo do então prefeito e vice, Eduardo Loureiro e Adolar Queiroz. No local, foram investidos mais de R$ 3 milhões — R$ 2,1 milhões destinados pela União para a execução da obra, R$ 837 mil pagos pelo Estado para aquisição de equipamentos e o restante, pelo município.  Desde então, o local permaneceu fechado sob a alegação de que a administração municipal não comportaria os gastos de manutenção.

Cirurgias Eletivas

Outra preocupação apontada pelo Presidente da Câmara diz respeito ao grande número de pacientes que aguardam para a realização de cirurgias eletivas. Estima-se que mais de mil pessoas estejam na fila de espera.

De acordo com Queiroz, ações para minimizar danos aos pacientes e agilizar o andamento dos procedimentos serão pautadas durante reunião com a direção e provedoria do Hospital Santo Ângelo. “Já temos todo o apoio do Secretário de Saúde e agora, o próximo passo, é dialogar com a direção do Hospital a fim de reverter essa triste situação e retomar o fluxo normal dos processos cirúrgicos”, explicou Querioz. 

18 de agosto de 2017
Adolar Queiroz esteve com o Secretário João Terra na comunidade Santa Rita Olhos D’água verificando os trabalhos realizados para recepcionar o público da 33ª edição do Torneio dos Jogos Rurais Sol a Sol.
17 de agosto de 2017
Adolar Queiroz, presidente da Mesa Diretora, esteve reunido com o Deputado Eduardo Loureiro para tratar sobre audiência pública a ser promovida pela Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa
17 de agosto de 2017
Autoridades da área da segurança pública foram convidadas a discutir o tema na próxima segunda-feira (21). Solicitação foi apresentada pelo vereador Lucas Lima
16 de agosto de 2017
"A ideia é levar conhecimento e experiências que possam melhorar o cuidado com as crianças, com a gestação e o convívio familiar”, explicou o vereador.