Brasão

Câmara de Vereadores
de Santo Ângelo

Câmara de Vereadores de Santo Ângelo.

Quarta, 27 de junho de 2018

Aprovado projeto para modernização da iluminação pública

O prefeito Jacques Barbosa deve sancionar nesta semana o projeto de lei, aprovado pela maioria dos vereadores, que prevê investimentos de mais de R$ 1,6 milhão na modernização do sistema de iluminação pública de Santo Ângelo, por meio de operação de crédito do município junto ao Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE. 

Com a sanção da lei, o Governo Municipal deve contratar o financiamento e dar início ao projeto de substituição das lâmpadas de alta pressão (vapor de sódio e vapor de mercúrio) por tecnologia LED, de baixo custo, maior durabilidade, maior luminosidade e sem prejuízos ao meio ambiente. “A iluminação pública de Santo Ângelo é ultrapassada, cara e ineficiente. Vamos investir na modernização do sistema para oferecer mais segurança ao cidadão e dar continuidade ao nosso programa de austeridade com os gastos públicos. As lâmpadas LED têm baixo consumo de energia e garantia de até cinco anos, o que representa economia para os cofres do município e um sistema eficiente para o cidadão”, argumentou o prefeito. 


Jacques lembrou ainda, que a economia que o novo sistema de iluminação pública irá gerar para o município ao longo dos 36 meses de carência, cobrirá plenamente o financiamento junto ao BRDE. “É um investimento que se pagará com a redução nos custos da iluminação pública para a fazenda municipal”, concluiu.


Nesta primeira etapa, serão instaladas luminárias com tecnologia LED nos três acessos principais da cidade, nas avenidas Getúlio Vargas e Sagrada Família, Rua Antônio Manoel e nas praças Pinheiro Machado, Leônidas Ribas e Dario Beltrão. 


BADESUL
O prefeito informou que outro projeto de lei está tramitando na Câmara de Vereadores, para operação de crédito junto ao BADESUL, prevendo investimentos de cerca de R$ 1,4 milhão na segunda etapa do processo de modernização do sistema de iluminação pública, quando serão substituídas 726 lâmpadas de alta pressão por LED, nas vias do quadrante central, compreendido entre as avenidas Getúlio Vargas e Venâncio Aires e as ruas Tiradentes e Bento Gonçalves. Nas etapas seguintes com previsão para 2019, anunciou Jacques, o programa de aperfeiçoamento da iluminação pública se estenderá aos bairros da cidade. 


VEREADORES
No plenário da Câmara, apenas os vereadores Márcio Antunes (PP) e Lucas Lima (PMDB) votaram contra o programa de modernização do sistema de iluminação pública de Santo Ângelo, ambos de bancadas de oposição. 


Para o vereador Vinicius Makwitz (PMDB), os votos contrários às melhorias em infraestrutura urbana, como a iluminação pública, de extrema importância para a segurança da população, faz crer que ‘há comprometimento com outros interesses que não o público’. “Sempre cobramos ações dos nossos governantes para que tenhamos uma cidade pensada para o futuro, uma cidade sustentável. O Legislativo não pode emperrar projetos inovadores, de modernização e de qualidade de vida para o cidadão”, disparou Makwitz.


O líder da bancada do PSD na Câmara, vereador Pedrão Waszkiewicz, defendeu a responsabilidade do Legislativo com a evolução tecnológica e a redução dos custos da máquina pública. “Precisamos dar suporte e somos os responsáveis em aprovar projetos que dêem condições e opções para que os gestores invistam no desenvolvimento de Santo Ângelo”. 


Votaram a favor da operação de crédito para a melhoria e modernização da infraestrutura urbana os vereadores Maurício Loureiro, Vando Nolasco, Adolar Queiroz, Jacqueline Possebom, Felippe Terra Grass, do PDT, Valter Mildner (Rede), Pedrão Waszkiewicz (PSD), Rodrigo Trevisan, Paulo Sérgio dos Santos Silva e Zilá Andres (PP), Dionísio Faganello (DEM), Vinícius Makwitz. 


O presidente da Câmara, vereador Everaldo Oliveira, que vota somente em caso de desempate, defendeu a aprovação do projeto de lei argumentando a precariedade do sistema atual. "Infelizmente, a falta de investimentos contínuos tornou o sistema de iluminação pública de Santo Ângelo caro e ineficiente. Modernizar esse sistema vai reduzir custos e oferecer mais segurança ao cidadão. Nós, que recebemos constantemente pedidos de substituição de lâmpadas, sabemos que esse investimento se pagará em pouco tempo e que ele é imprescindível para a segurança e bem-estar da população", assinalou o presidente.

 

Texto: Tarso Weber

13 de novembro de 2018
Estiveram no gabinete do presidente da Câmara de Vereadores, o coordenador do Conselho da Pastoral Dari Barichelo Zanuso e o coordenador do Conselho Administrativo da Igreja, Neri Luís Rieve.
12 de novembro de 2018
Evento foi realizado na noite da última sexta-feira, 09, no Clube Comercial